1.331.613 eleitores estão aptos a votar na capital e escolhem neste domingo entre David Almeida e Amazonino Mendes que será o prefeito de Manaus pelos próximos quatro anos. As sessões fecham às 17h e a expectativa é que em menos de duas horas o resultado seja divulgado.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mantém hoje (29), no segundo turno das eleições municipais em 57 municípios, os mesmos protocolos de segurança sanitária para evitar aglomerações e a disseminação do novo coronavírus nas seções eleitorais. Mais de 38 milhões de eleitores estão aptos a votar neste domingo (29). Ao todo, são 18 capitais estaduais e outras 49 cidades que têm mais de 200 mil eleitores e onde nenhum dos dois candidatos agora na disputa obteve a maioria absoluta dos votos válidos (50% + 1) para se eleger em primeiro turno. 

Entre as principais orientações a serem observadas pelos eleitores está o uso obrigatório de máscara, que deve ser utilizada desde o momento em que o eleitor sair de casa até o seu retorno após votar. O uso de máscara facial é obrigatório para que o eleitor possa entrar e permanecer na seção eleitoral. A medida também vale para os mesários, que, além das máscaras, deverão utilizar face shields (protetores faciais). Caso o eleitor se dirija à seção eleitoral sem usar máscara e insista em descumprir o protocolo sanitário, ele poderá ser impedido de entrar.

Antes e depois de votar, o eleitor deverá higienizar as mãos com álcool em gel, que estará disponível em cada seção. Enquanto estiver na seção, ele deverá também respeitar o distanciamento entre uma pessoa e outra, definido pelos marcadores adesivos que estarão no chão. Outra recomendação é para que cada eleitor leve sua própria caneta para assinar a ficha de comparecimento. A identificação biométrica permanece suspensa. O TSE recomenda que os eleitores ou mesários que apresentarem sintomas ou que testarem positivo para covid-19 nos 14 dias anteriores ao dia de votação, permaneçam em casa e justifiquem a ausência posteriormente.