O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) assegura os direitos fundamentais dos pequenos brasileiros: saúde, educação, alimentação e segurança! Manaus vive há dois dias uma a aflição de saber que Eloísa, uma bebê de apenas dois meses, foi jogada dentro de um igarapé pelo padrasto. Vanderson Mesquista dos Santos, de 22 anos, disse à polícia que cometeu tamanha atrocidade porque não aceitava a existência deste pequeno ser indefeso, inocente e puro na face da terra. Tudo porque não era filha dele. O  ECA pode determinar os direitos das crianças, só não pode prever que um monstro dessa magnitude possa entrar na vida de uma bebê de 2 meses. Só quem pode é a mãe, o pai ou o responsável que conviva com a criança. Além da imensa dor coletiva que esse caso provoca, é preciso tirar uma lição:  todo cuidado com nossas crianças ainda é pouco. E todo o castigo para quem faz isso também é insuficiente.

 

NEM PAI, NEM MÃE

Em Manacapuru, um pai espancou o filho de 10 anos como mostram essas fotos. Quando nem pai, nem mãe, são gente, entra o Conselho Tutelar para retirar a vítima das mãos desses “abençoados”. A surra de ripa foi porque o menino demorou a voltar da rua, para onde foi por ordem do agressor, que deu uma tarefa de adulto para um ser de apenas dez anos. Ou seja, tudo errado. Para esses casos existe o telefone 190 da polícia. Qualquer um pode denunciar, anonimamente. Como se vê pelo noticiário, a responsabilidade é de todos.

 

APROVADO, COM LOUVOR 

Arthur Neto teve todas as contas e gastos aprovados pelo Tribunal de Contas do Estado e pela Câmara Municipal de Manaus. Enquanto muitas cidades do Brasil sequer conseguem pagar os salários dos servidores, caso clássico do Rio de Janeiro, Manaus nada de braçada em plena pandemia de Covid. Quando pegou a prefeitura há 8 anos, Arthur tinha uma previdência destroçada e um desafio enorme de equilibrar as contas. Quando conseguiu, apareceu o coronavírus. E ainda assim está pagando salário extra, bonificações e deixando obras prontas e em fase final de execução. Não é para qualquer um.

MERENDA 

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, iniciou nesta quarta-feira (16) a entrega dos cartões de alimentação do programa “Nossa Merenda”, que irão beneficiar os 240 mil alunos da rede municipal de ensino. São  R$ 50 para todos os alunos da Secretaria Municipal de Educação (Semed), que por conta da pandemia ficaram estudando em casa, muitos vulneráveis à baixa condição social, desemprego e reajuste de preços causados pela pandemia.

 

VACINA NO AMAZONAS 

Wilson Lima e Eduardo Pazuello estão traçando uma estratégia diferente para distribuir a vacina da Covid no Amazonas. Como há lugares onde só se chega de barco, e ainda assim com 20 a 30 dias de viagem, o Estado vai precisar receber os lotes em no máximo duas remessas, ou a vacina se estragaria. Na cerimônia desta quarta-feira o ministro da Saúde disse que colocará as Forças Armadas no esquema de trabalho para fazer chegar a vacina. Nisso ele leva vantagem, por conhecer os quatro cantos e desafios do Amazonas.

 

 

 

NINGUÉM MERECE

A estrada que liga Manaus a Iranduba tem mais buracos do queijo.

Com a chegada do fim do ano o Detran esfrega as mãos para multar os motoristas.

Se essa fome fosse igual em cima dos “Amarelinhos” da Zona Leste, Manaus agradeceria…

Lula vai para Cuba gravar um documentário com tudo pago…pelo bolso do contribuinte!