Com a participação de empresários, parlamentares, pesquisadores e representantes de entidades de classe, a Suframa realizou nesta quarta-feira (9), em seu auditório, o evento “Suframa e Indústrias Hoje – Suframa e Indústrias Amanhã”. Em função das medidas de prevenção à Covid-19, o número de convidados foi limitado, mas o evento contou com transmissão ao vivo no canal oficial da Autarquia no YouTube.

Na abertura da reunião, o superintendente da Suframa, Algacir Polsin, agradeceu a participação de todos e disse que um dos principais objetivos do evento foi dar continuidade ao esforço de integração, facilitação e aproximação com as diversas forças vivas da sociedade, de forma a apresentar ações prioritárias que estão sendo desempenhadas pela Suframa em apoio aos diversos segmentos de negócios na região. Ele também enfatizou o desenvolvimento regional e a redução das desigualdades regionais como razões de ser do modelo Zona Franca de Manaus e afirmou que a Autarquia está comprometida em buscar avanços em diversificação industrial, bionegócios, projetos de desenvolvimento regional sustentável, formação profissional, proteção do meio ambiente e projetos sociais, entre outros, buscando de forma incessante irradiar as riquezas do Polo Industrial de Manaus (PIM) para toda a área de atuação da instituição.

A programação do evento contou com as apresentações “Um novo Centro de Biotecnologia da Amazônia”, realizada pelo pesquisador do CBA, Edson Pablos; “ABDI e o Polo Industrial de Manaus”, promovida, em vídeo, pelo Head de Indústria 4.0 da ABDI, Bruno Jorge; “Programas Prioritários Indústria 4.0”, realizada pelo gerente de projetos da CITS, Alberjan Pinto; “Projetos de automação do Sidia”, realizada pelo gerente sênior de MEGA e PMO do Sidia, Marcel Gonçalves; “Programa Conexão Distrito”, feita pela gerente sênior da Unidade de Negócios do Sidia e do Manaus Tech Hub, Jacqueline Freitas; “Case de Sucesso”, promovida pelo representante da Bridge Indústria de Plásticos da Amazônia, Eduardo Pascarelli; e também uma apresentação, em vídeo, da Yamaha Motor da Amazônia, sobre ações sociais e de capacitação profissional, promovida pelo gerente executivo da empresa, Anderson Chaves.

Após as apresentações, o presidente do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam), Wilson Périco, e o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Antônio Silva, afirmaram que os assuntos abordados durante o evento devem ser vistos como grandes oportunidades, mas que também faz-se necessário vencer as dificuldades e deficiências para transformar esses desafios em ações reais que tragam benefícios para a população regional. Outra ação defendida pelos representantes das entidades de classe vai ao encontro das palavras do superintendente Algacir Polsin e diz respeito à contínua e necessária integração de esforços, pois a união das instituições tem uma única bandeira, que é o desenvolvimento do estado do Amazonas e de toda a região coberta pelo modelo Zona Franca de Manaus (ZFM).