Entre todos os estados brasileiros, apenas no Amazonas as aulas do sistema público estadual retornaram. Atualmente, cerca de 79% dos alunos já estão comparecendo às aulas, com turmas divididas e protocolos de higienização e distanciamento social.

No entanto, somente os estudantes do Ensino Médio retornaram às atividades presenciais. O retorno das aulas do Ensino Fundamental no estado estava previsto para esta segunda-feira (24), mas foi adiado.

De acordo com a Secretaria de Educação do Estado, o retorno foi adiado para que sejam feitos mais testes em servidores da educação e para que a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM) valide os protocolos de saúde nas unidades de ensino.

A situação nos demais estados

O Distrito Federal foi uma das primeiras unidades da federação a anunciar o retorno das aulas presenciais, ainda em agosto, mas a administração voltou atrás e suspendeu as aulas por tempo indeterminado.

Em Santa Catarina, a Secretaria de Educação manteve a suspensão do calendário pelo menos até outubro.

O Rio de Janeiro fixou calendário, com o início das aulas presenciais marcado para setembro na rede privada e outubro, na pública. O Rio Grande do Norte estabeleceu o retorno das escolas públicas e privadas em setembro.