O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, ampliou para 18 o número de Unidades Básicas de Saúde (UBSs) preferenciais para atendimento de casos suspeitos de Covid-19 e Síndromes Respiratórias, aumentando a rede de assistência básica para combate e controle da doença.

O anúncio foi feito em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (18), quando também foi assinado um novo decreto de Situação de Emergência e o fechamento da praia do Complexo Turístico Ponta Negra, zona Oeste.

“Os dados que temos em mãos não garantem que haverá uma segunda onda, mas são muito preocupantes. A Organização Mundial de Saúde previu uma segunda onda e nós seguimos a OMS, porque seguimos a ciência e não o empirismo”, afirmou o prefeito, ao apresentar um balanço dos indicadores que mostram o crescimento da doença em Manaus.