Guilherme Alberto Martins Aires que tinha 49 anos, foi morto na tarde terça-feira (18), na rua Vinicius de Moraes, bairro Coroado, Zona Leste de Manaus, supostamente pelas mesmas pessoas que mataram o filho dele, Maicon William Maciel que tinha 24 anos, há 6 meses. As informações de depoimentos de testemunhas relatados à Polícia.

De acordo com a 11ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Guilherme estava em frente a um bar conversando com algumas pessoas quando os pistoleiros chegaram em um veículo, um dos infratores foi identificado como “Cacau”.   A vítima foi socorrida, mas já chegou sem vida ao Hospital João Lúcio.

Guilherme já foi servidor do IML, mas há cerca de um ano não teve mais o contrato renovado. O crime pode estar relacionado a conflitos de facções criminosas.