O mototaxista Amarizio da Paixão, 56, morreu na noite desta quarta-feira (30), ao ser baleado na rua Coleira, comunidade Santa Inês, bairro Jorge Teixeira, zona Leste de Manaus.

Conforme o filho da vítima relatou no 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que a morte do pai pode estar relacionada a venda de um terreno. “O filho dele chegou informando outra situação, que ele tentou vender um terreno para traficantes na área e que estaria sendo ameaçado, saiu até da residência dele. Não levaram nada dele, foi encontrado o celular dele caído”, explicou o sargento Vivaldo Lima.

Essa versão fez a polícia descartar a hipótese de latrocínio.

Amarizio ainda correu para dentro das dependências da casa de um conhecido, mas morreu no local. Os vizinhos descreveram ele como uma pessoa tranquila e alegre.

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para remoção do corpo. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros(DEHS) deve investigar a causa do crime.