O aplicativo Aula em Casa é uma das ferramentas utilizadas por professores e alunos da rede estadual durante as transmissões do projeto da Secretaria de Estado de Educação e Desporto. Lançada no ano passado, a plataforma acaba de ganhar importantes atualizações, que deverão auxiliar ainda mais a equipe escolar no decorrer do regime especial de aulas não presenciais. O app pode ser baixado, gratuitamente, nas lojas virtuais da Apple e do Google.

Após o download, é necessário efetuar um login. Para os estudantes, o acesso é liberado por meio do código de matrícula e data de nascimento. Já os professores devem digitar o CPF e, também, data de nascimento.

Além dos canais de transmissão do “Aula em Casa”, a ferramenta permite que alunos e professores (disponíveis no Plantão Virtual) interajam entre si, via chat, o que facilita o entendimento dos conteúdos trabalhados nas videoaulas.

Com a plataforma, é possível a realização de gincanas por meio das ferramentas de “Quiz” e “Enquete”, geradas pelo próprio aplicativo. “Nele [no app], há também o recurso de ‘Turmas’, agrupamentos onde o professor de sala de aula consegue conversar com os estudantes conforme a distribuição da turma, semelhante aos grupos de WhatsApp. Desta forma, ele pode postar atividades, enviar recados, tirar dúvidas, realizar videoconferências e anexar arquivos, entre outros”, completou a gerente de mídias Sabrina Araújo.