Na manhã desta quarta-feira (13), uma aluna da Escola Estadual Varela Moura, no bairro do Nova Cidade, foi arrastada pelo cabelo para dentro da unidade de ensino. O suspeito da agressão se identificou como o pai dela.

Funcionários da escola disseram que por volta das 7h, o suspeito saiu arrastando a filha, mas acabou sendo censurado por outros pais. O suspeito disse que era pai da vítima e que portanto, faria que quisesse. Em seguida, puxou a criança para um carro, mas foi impedido pela polícia, que já havia sido acionada.

O suposto pai foi levado pela 15ª Companhia Comunitária, e a criança para a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente.

Foto: Willian Santos