Um total de 112 novos ônibus foi entregue pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, nesta terça-feira, 15/9, para modernizar a frota da capital. “Estamos renovando a frota e garantindo empregos”, disse Arthur, sobre a manutenção dos cobradores e reforçando que os veículos são parte do primeiro lote de 150 vindos diretamente da fábrica, que terá a remessa completa até o fim deste mês, somando 300 novos ônibus incorporados à frota ainda este ano.  A maioria dos ônibus novos entregues nesta terça-feira é do modelo “micrão”, ideal para circular em ruas menores dentro dos bairros. “Nos micrões não cabe a figura do cobrador, mas os ônibus seguintes que virão até o fim do ano serão maiores, alguns até articulados, terão cobradores, uma categoria que eu prezo muito, respeito e merece o direito ao emprego”, afirmou o prefeito, acompanhado da presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, em solenidade na alameda do Samba, ao lado do Sambódromo, zona Centro-Oeste.

A chegada dos novos ônibus faz parte das medidas anunciadas e já em execução, para promover o equilíbrio do Sistema de Transporte Coletivo de Manaus, a partir da intervenção junto às empresas. De acordo com Arthur, a modernização não implicará em aumento da tarifa. “Não vamos aumentar a tarifa, porque se fizermos isso iremos tirar mais passageiros dos ônibus, que hoje enfrentam a concorrência de outros modais. O que tem que haver é uma melhor gestão das empresas e por isso fizemos a intervenção operacional, para que as empresas busquem o lucro que todo empresário deseja”, declarou.

Os veículos irão atender diversas zonas e devem tornar as viagens mais ágeis e pontuais.  Do total de veículos entregues, 31 são da empresa Vega (14 convencionais e 17 micrões); 16 da empresa Coroado (12 convencionais e 4 micrões); 33 da Eucatur (micrões); 10 da Líder (micrões); 20 da Via Verde (micrões); e outros 2 da Global (micrões). A maior parte dos novos coletivos já possui ar-condicionado.