De repetente, o modesto e esquecido time do Rio Branco ganhou os holofotes e a mídia de todo o Brasil. Tratado como “uma das maiores contratações da história do clube”, a diretoria anunciou que o goleiro Bruno será o astro do time para a Série D. Condenado por sequestrar, matar e esconder o cadáver de Eliza Samúdio, logo a associação do nome do goleiro ao clube entrou para os assuntos mais comentados das redes sociais, inclusive em Manaus, onde o time do Acre joga dia 27 de setembro pelo Campeonato Brasileiro contra o Fast. O problema é que a mídia vem acompanhada de uma enxurrada de críticas. De uma hora para outra, todo clube que se arrisca a contratar Bruno leva pontapés. E perde dinheiro. O único patrocinador do time divulgou nota nas redes sociais avisando que está deixando a parceria. Bruno tomou prisão perpétua da sociedade. Mesmo fora da cadeia, jamais terá liberdade. É o preço.

PAZUELLO  E A DISTRIBUIÇÃO DA VACINA

Existem 125 vacinas em teste contra a covid no mundo. Dessas 25 já são aplicadas em humanos e cinco estão na fase final. É muito provável que o Brasil seja um dos primeiros países do mundo a imunizar a população, já que tem um dos sistemas de vacinação mais eficientes do planeta. E graças ao SUS, que todo mundo mete o pau. Assim que a vacina estiver disponível levaremos mais uma vantagem. O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, é um especialista em logística, qualidade que será essencial na organização e distribuição das milhões de doses.

VOLTA ÀS AULAS

Manaus será a primeira capital do Brasil a marcar o retorno das aulas presencias na rede pública. Ao menos o Governo do Estado definiu as regras. O problema é que os professores estão resistindo, os pais estão resistindo e a volta às escolas pode parar nos tribunais.  Professores estão falando em fazer greve e muitos pais estão nas redes sociais dizendo que não vão mandar os filhos para a escola. A polêmica promete se acirrar.

 

GLOBO NA MIRA DA JUSTIÇA

Uma telespectadora entrou na Justiça acusando a Globo de plantar o terror durante a pandemia. Muitos telespectadores se queixam de problemas psicológicos por conta do noticiário aterrorizante da emissora, que além da contagem dos mortos fez questão de ressaltar a dor dos parentes, os danos causados pela covid e transformar a pandemia no apocalipse, quando se sabe que a maioria das pessoas se curaram, que a vacina vem aí e que  mundo não vai acabar.

 

SEM EMPREGO

O Brasil perdeu 1,2 milhões de empregos com carteira assinada no primeiro semestre. É o pior cenário desde 2010, prova de que a pandemia não poupou a saúde financeiras das empresas, das famílias e da economia. Como ainda estamos sem a vacina o cenário pode piorar para quem não chegou ao pico dos casos. O Amazonas, como já passou da pior fase, agora olha para o futuro e pensa como fazer para retomar os investimentos e o crescimento.

 

 

NINGUÉM MERECE

David Almeida recebeu um sonoro não da CPI da Saúde.

Queria explicar o que a CPI afirma já saber.

Seria quase que um palanque pré-eleitoral.

Como a CPI é formada por deputados não deu certo a tentativa.

Quem caladinho é o Negão.

Mas as investigações continuam e prometem resvalar nos dois.

Quem viver, verá.