Às claras, sem pudor e próximo de uma delegacia assim agem os extorquistas que vendem vagas em filas da Caixa Econômica Federal, na Avenida Autaz Mirim, na Zona Leste de Manaus.

Conforme denúncias, os homens abordam as vítimas na cara de pau e oferecem vagas nas filas de atendimento do banco em troca de dinheiro, conforme mostram os vídeos no fim da matéria.

“Eu fui de manhã cedo tava na frente quando de repente começou a entrar na minha frente aí eu fui questionar, as pessoas disseram que tinham comprado a vaga”, contou uma testemunha.

Entre R$ 100 e R$ 150, esse é o valor cobrado pelos bandidos, quem aceita é conduzido para a vaga na fila. Conforme imagens que já circulam na internet, os suspeitos abordam as vítimas até nas faixas de pedestres, que fica à frente da agência e perguntam na lata, se há interesse na vaga.

Uma dona de casa, revelou que estava na fila desde às 7h para sacar dinheiro do Bolsa Família, mas só conseguiu ser atendida às 12h. Segundo ela, durante a espera assistiu toda ação dos criminosos.

“Tem gente que está aí desde cedo, na fila, esperando. Mas tem gente que pega a vaga aqui e fica guardando. Tem gente que guarda a vaga para as pessoas comprarem um lugar na fila, já vi. Isso não é justo com quem está aqui, desde cedo”, contou.

Segundo a polícia, as denúncias foram feitas por meio do telefone 190, mas até o momento nenhum suspeito foi identificado. O patrulhamento foi intensificado no local.

 

Caixa da Chá de cadeira

De acordo com os denunciantes, o que facilita a ação dos salafrários é a demora da agência em atender os clientes, além das falhas técnicas no aplicativo da Caixa Econômica.

 

 

 

VÍDEO: