Jorge Adriano Anaquiri Moura, que tinha 28 anos morreu e os comparsas dele foram presos, após assaltarem uma residência e fazer refém um casal de idosos e a cuidadora deles. O caso aconteceu na noite desta quarta-feira (8), na rua Visconde de Porto Alegre, Centro de Manaus.

De acordo com a Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), o assalto foi frustrado pelo filho da idosa. O trio teria invadido a casa e feito todos os moradores reféns, no momento da fuga o filho da idosa estava chegando à residência com uns amigos.  Não ficou claro, mas uma destas pessoas estava armada e atirou contra os assaltantes que revidaram e retornaram para dentro da casa.

A Polícia Militar foi acionada e negociou com os dois bandidos para que liberassem as vítimas sem machucá-las. A negociação foi feita pelo major Mesquita Feitosa, do Grupamento Anti-Bombas da PM (Marte). O major ressalta que quando chegaram o homem ferido já havia morrido em decorrência dos tiros.

Durante as duas horas de negociação os infratores fizeram uma série de exigências, como: coletes a prova de balas e a presença dos familiares no local. Após muita conversa eles se renderam e liberaram os reféns.

O casal de idosos e a cuidadora foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Os dois assaltantes foram conduzidos ao 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP) onde foram autuados em flagrante.