Cinco bandidos invadiram e roubaram 108 armas da casa do falecido coronel Fernando Valente. O finado era colecionador de armamento e a família dele, moradora da rua 3 no bairro Parque Dez de Novembro, foi feita refém durante a ação que ocorreu na noite deste sábado (3).

De acordo com o delegado Rafael Vagner, foram levadas da casa do policial várias pistolas, entre as arma estavam dois fuzil CL 762; várias pistolas calibres diversos; revólveres calibre 38, 22 curto e longo; carabinas; espingardas entre outras.

A família, que compareceu ao 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP), contou que as filhas do coronel – acompanhadas de uma amiga – estavam chegando na residência quando foram abordadas por cinco homens que se identificaram como policiais, chegando a apresentar distintivos.

As moças foram amarradas e trancadas em um dos cômodos da casa e começaram a recolher os armamentos que ficavam guardadas em um cofre e outra arma que estava um local separada. A ação começou por volta das 23h e encerrou às 3h da madrugada de domingo. Para despistar eles levaram os aparelhos celulares e um carro das vítimas.

A família disse ainda que pretendiam vender todas as armas, o que faz a polícia acreditar que alguém próximo a eles planejou o crime, já que os criminosos sabiam exatamente onde toda elas estavam e sabiam da existência de câmeras de segurança, que foram retiradas por eles.

Os policiais da Força Tática estiveram acompanhando e ouvindo as vítimas. O boletim de ocorrência foi registrado e a perícia no local foi solicitada. A ocorrência será conduzida a partir de agora pelo 23° Distrito Integrado de Polícia (DIP), que fica no Bairro Parque Dez.