Uma festa clandestina e 10 estabelecimentos comerciais foram fechados durante fiscalização da Central Integrada de Fiscalização (CIF) entre a tarde de sábado, 3, e a madrugada deste domingo, 4, em Manaus. As ações aconteceram em diversas zonas da cidade, e tem o intuito de verificar o cumprimento do decreto governamental de combate à Covid-19.

Os agentes de fiscalização, divididos em duas equipes, vistoriaram 29 locais e orientaram os donos dos estabelecimentos quanto às medidas como o distanciamento de mesas, o uso de máscaras e a disponibilização de álcool em gel. No entanto, 10 desses estabelecimentos tiveram suas atividades encerradas e um foi autuado por promover uma festa clandestina. Outro evento proibido também foi finalizado após denúncias de aglomerações feitas pela vizinhança.

“O objetivo da nossa visita hoje nesses locais é exatamente isso, ver se estão aglomerando, ver se estão descumprindo o decreto, ver se as pessoas estão de máscara, mantendo o distanciamento social”, disse o delegado Ricardo Cunha, titular do 18º Distrito Integrado de Polícia, que esteve no comando das ações.

A CIF, coordenada pela SSP-AM, conta com apoio das polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus), Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) e do Instituto Estadual de Defesa do Consumidor (Procon-AM).

Denúncias referentes a estabelecimentos comerciais ou festas clandestinas, que descumprem decreto governamental ou possuam outras irregularidades podem ser feitas ao 190 ou ao 181, o disque-denúncia da SSP-AM.