O presidente Jair Bolsonaro falou sobre seu amor e carinho pelo Amazonas nesta quinta-feira, dia da live semanal que faz para se aproximar da população brasileira. Falando de Manaus, citando a importância da cidade e do Estado do Amazonas para o Brasil, voltou a pedir votos para seu amigo, homem de confiança, compadre e candidato escolhido para a Prefeitura de Manaus, Coronel Menezes, a pouco mais de uma semana do dia das eleições. “O Estado do Amazonas e a região Amazônica são muito importantes para todos nós. Da região toda, a cidade que se destaca é Manaus. Um bom prefeito vai fazer muito bem para nós brasileiros, e vai fazer muito bem para essa região tão cobiçada por outros países.”

Bolsonaro fez elogios ao desempenho do Coronel Menezes à frente da Suframa, de onde saiu para se candidatar ao comando da cidade. Sem uso de Fundo Partidário, sem “rabo preso” com grupos viciados e livre das amarras políticas que atrasam Manaus há décadas, Menezes entrou na disputa como o único nome que não usa dinheiro público em causa própria, nem direta nem indiretamente, ganhando, assim, a preferência do presidente. “Meus adversários querem esconder suas verdadeiras faces, mentem, enganam e iludem os eleitores. Eu não. Prefiro ser autêntico e sincero, eu não uso de métodos covardes, encaro de frente o que faço e falo”, afirma Menezão.

As pesquisas eleitorais apontam um grande número de indecisos em Manaus. Às vésperas do voto, o eleito, sábio, observa. “Coronel Menezes, coronel do Exercito Brasileiro, tá beliscando o segundo turno”, brincou Bolsonaro, pouco depois de chamar seu amigo novamente pelo apelido carinhoso de sempre. “Tá aqui o careca”, disse o PR enquanto segurava o santinho do Menezão, onde apareceu ao lado do único candidato que considera apto a tocar seu projeto para os brasileiros.

 

NO CORAÇÃO DO BRASIL

Bolsonaro também lembrou da importância da região para o Brasil. Não é à toa que criou o Conselho da Amazônia e destacou o general Mourão e sua tropa de elite para mostrar aos Europeus quem entende de Amazônia de verdade. “Manaus está no coração do Brasil e um bom prefeito vai fazer muito bem, tendo um bom prefeito aí.” O presidente, que desde a posse tem enviado ajuda, suplementos e logística para o Amazonas, não é de graça que escolheu Pazuello para ministro da Saúde no auge da pandemia, sabe o que a selva precisa.

“O Coronel Menezes vai  ajudar na administração e a divulgar o que e potencializar o turismo. Coronel Menezes, prefeito de Manaus, 51. Quem puder ajudar, eu agradeço.”