O Brasil acordou de boca aberta com o escândalo envolvendo o senador Chico Rodrigues, do DEM, de Roraima. Pego pela Polícia Federal com dinheiro escondido na cueca, um dos vice-líderes do Governo Bolsonaro não teve defesa. Logo a oposição correu para associar o nome do presidente ao fato, dando um tiro no pé. Quem investigou e pegou o senador no flagra foi a Polícia Federal e a CGU. Já sabendo que seria alvo da idiotice, Bolsonaro mudou sua rotina e deixou a turma toda deitar e rolar antes de descer do Alvorada e falar: “Lamento o desvio de recurso, seria bom que não houvesse, porque, afinal de contas, quando você desvia dinheiro da saúde, inocentes morrem, então a operação de ontem é fator de orgulho para o meu governo,”, disse a apoiadores no Palácio da Alvorada.

ENTENDEU A DIFERENÇA?

Bolsonaro deixou claro nesta quinta, que com ele não tem mão na cabeça de aliado. Chico Rodrigues acaba ser exonerado da condição de vice-líder. “Se um vereador faz algo de errado, eu não tenho nada a ver com isso. Ou melhor, eu tenho para ir para cima dele, com a Polícia Federal se for o caso, com o apoio da CGU, é isso que nós fazemos. Nós estamos combatendo a corrupção, não interessa quem seja a pessoa suspeita.”, disse. O batom ou o dinheiro na cueca é só mais uma prova de que o discurso do presidente se alinha ao que ele fala.

PASSADO MORTO

O Brasil se acostumou a 500 anos de histórias de corrupção. Desde que os portugueses aqui chegaram a História mostra como as coisas foram feitas, e toda ruptura é traumática e provoca reações. Tentar colar a imagem de corrupção com o atual Governo não cola, justamente por cenas como esta, onde um parlamentar até então aliado passou o sinal vermelho e não foi perdoado, defendido ou a sujeira colocado sob o tapete. Esse tempo acabou e isso incomoda quem quer voltar ao passado.

 

ADOLESCENTES NO MUNDO DO CRIME

O Maskate traz hoje a história de um menino de 14 anos assassinado enquanto cometia assaltos na Redenção. Aos 14 anos deveria estar na escola, aprendendo, trabalhando para ajudar em casa. Tudo. Menos nas ruas. Mais um motivo para reabrir as escolas e botar essa meninada para estudar.

 

LIBEROU GERAL

Por causa da pandemia, o STJ mandou soltar todas as pessoas no Brasil que estão presas por não pagarem fiança. Com se pode ver, tudo é um ciclo. Sociedade, políticos, justiça. A vida não é algo independente. Não adiante querer achar um culpado ou um herói. Não existem.

NINGUÉM MERECE

Com as chuvas de verão o igarapé da avenida Brasil virou um fedor a céu aberto.

Não é que a Prefeitura não limpa.

É que o povo suja.

Não adianta por a culpa no prefeito, na ONU ou na Nasa.

A culpa é de quem joga o lixo.