O comércio eletrônico se tornou o canal de escolha para muitos consumidores na América Latina durante a pandemia. Por sua vez, os varejistas mudaram sua atenção para os canais de vendas online para acompanhar o crescente apetite dos consumidores. O Brasil é o país que mais cresceu em vendas na região.

Neste ano, o continente continuará em primeiro lugar como o mercado de varejo eletrônico regional de crescimento mais rápido do mundo.

O número de transações de comércio eletrônico cresceu 672% no Norte do Brasil no primeiro trimestre de 2021, em comparação com o ano anterior. Mas não foi só nessa região que o e-commerce teve crescimento . As compras online cresceram 671% no Nordeste, 611% no Centro-Oeste, 513% no Sudeste e 372% no Sul.

O crescimento do e-commerce no Brasil, que já vinha mostrando dados positivos nos últimos anos, acelerou em 2020 com a pandemia da Covid-19. O maior número de pedidos continua acontecendo na região Sudeste, que concentra 64% do volume de comércio eletrônico.

Esses números de crescimento mostram que os consumidores estão contando cada vez mais com o e-commerce no seu dia a dia, não só nos grandes centros, mas em todas as regiões do país. Para garantir eficiência e excelência na entrega da melhor experiência online para quem compra, as operações de comércio eletrônico precisam estar muito bem estruturadas e com grande abrangência.