O corpo de um homem não identificado foi encontrado ontem (19/08), boiando as margens do Rio Negro, na área do Centro de Manaus. A vítima foi vista por carregadores que trabalham nas balsas atracadas no local.

De acordo com a polícia, ao chegar no local os populares já haviam retirado a vítima da água. O homem apresentava um achatamento na face que para os peritos pode ter sido ocasionado de duas formas, ou ele bateu o rosto em uma pedra ao mergulhar ou foi atingido com algum objeto no rosto.

O homem não tinha nada que pudesse identificar a identidade dele e nem foi reconhecido por quem trabalha diariamente ali. A única característica destacada pela investigação é a tatuagem de um dragão com arranjo de flores.

O corpo encontra-se no IML e a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), irá investigar.