A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) alerta para o início da sazonalidade de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) a partir da ocorrência de chuvas, em Manaus, que pode ser acompanhada pelo aparecimento de infecções respiratórias.

A diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa Pinto, alerta que os vírus respiratórios continuam circulando no estado e podem ser confundidos com covid-19 por causarem, no organismo humano, os mesmos sintomas iniciais que a infecção pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2).

Sintomas e prevenção

A SRAG é uma complicação da Síndrome Gripal (SG). A SG é caracterizada por, pelo menos, dois dos seguintes sinais e sintomas: febre ou sensação febril, calafrios, dor de garganta, tosse, coriza e alterações no olfato ou no paladar. Já a SRAG é caracterizada pelos sintomas da Síndrome Gripal (SG) associados a, pelo menos, um dos seguintes sintomas: falta de ar ou desconforto para respirar, sensação de pressão no peito e saturação de oxigênio abaixo de 95%.

A recomendação da FVS-AM é que sejam mantidos os hábitos de uso de máscara de proteção respiratória, distanciamento social e higiene pessoal e de ambientes.