O médico Mouhamad Moustafa saiu da cadeia nesta sexta-feira, por ordem da Justiça. Condenado por participação nos desvios descobertos pela Operação Maus Caminhos, ele ficará solto até que um pedido de Habeas Corpus seja julgado. Com limitações e de tornozeleira, o médico foi condenado após a Maus Caminhos descobrir desvio de mais de R$ 100 milhões de recursos destinados à Saúde no Amazonas.

Mouhamad saoi do Centro de Detenção Provisório Masculino (CDPM) 2, após o ministro Nefi Cordeiro considerar justo que o julgamento do habeas corpus dele está sem data definida, o que faz da prisção um ato ilegal. A saída, para o ministro do STJ, era “urgente”, escreveu o Ministro. A prisão do médico foi considerada abusiva.