Uma denúncia de realização de testes rápidos de Covid-19, em um dos pontos de imunização montados pela Prefeitura de Manaus, resultou nesta quinta-feira, (4), em uma inspeção, pela Comissão de Apuração e Fiscalização do Plano de Imunização, do Executivo municipal

Conforme os relatos que chegaram à comissão, os exames estariam sendo realizados a poucos metros do posto fixo de vacinação, localizado no Centro de Convenções de Manaus, o “sambódromo”, na zona Centro-Oeste, em operação desde a última quarta-feira, 3, gerando tumulto entre as filas de carros.

Membro da comissão, o titular da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), Ebenezer Bezerra, esteve no local, onde foi informado pela assessora técnica da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), Cinthia Alcântara, que todas as atividades referentes à testagem foram suspensas no sambódromo, após o início das imunizações naquele espaço.

Nas dependências utilizadas por equipes da FVS-AM, somente são recebidas amostras de sangue, para redistribuição aos laboratórios de análises clínicas. As equipes do órgão também prestam apoio à campanha de imunização.

Transparência

A implementação da comissão é uma das medidas do prefeito David Almeida, para dar transparência à realização da vacinação contra a Covid-19, além de garantir o cumprimento da Nota Informativa nº 05/2021 (Dipre/FVS-AM), que preconiza o direito à vacina na etapa atual da campanha, para os trabalhadores de grupos prioritários, que atuam na linha de frente no combate à doença na cidade.

A edição nº 5.017, do Diário Oficial do Município (DOM), do dia 26/1, traz o decreto nº 5.015/2021, que cria a comissão, com a proposta de dar mais transparência às ações de vacinação contra a Covid-19 na capital. Os integrantes da comissão farão a auditoria das listas de vacinação elaboradas pelas unidades de saúde, órgãos ou entidades vinculadas e a apuração das irregularidades cometidas por agentes públicos municipais, na execução do plano de imunização, além da apuração de denúncias, do não cumprimento das regras de prioridades e das fases de vacinação.

O resultado final das averiguações das denúncias recebidas pela comissão serão enviados também ao Ministério Público do Estado (MPE-AM). Os trabalhos serão desenvolvidos enquanto perdurar o Programa Nacional de Imunização e o Plano de Vacinação de Manaus.