Um projeto realizado pela Fundação Amazônia Sustentável (FAS) e Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa) reúne 27 estudantes indígenas para participar de treinamentos e competições internas de canoagem.

Na última competição do projeto, o jovem Tailor Pontes de Araújo, de 16 anos, conquistou o primeiro lugar na modalidade C1 – 200 metros, fazendo o percurso em 44 segundos, bem próximo do tempo do medalhista olímpico brasileiro Isaquias Queiroz.

Para Marcelo Santos da Luz, coordenador da CBCa, a competição prova que os povos da Amazônia têm muito a contribuir para o esporte: “Eles têm anos de experiência e canoas tecnicamente melhores. Nossos atletas chegaram a este nível em um ano de trabalho. É uma resposta mais rápida pela aptidão que eles têm por serem indígenas e pelo contato com a natureza, que o ambiente amazônico favorece”.