Home INVESTZFM AGRONEGÓCIOS Conselho de Desenvolvimento Rural e Sustentável da Sepror debate realização da 43ª Expoagro Amazonas

Conselho de Desenvolvimento Rural e Sustentável da Sepror debate realização da 43ª Expoagro Amazonas

2 min ler
0
0
3

O Conselho de Desenvolvimento Rural e Sustentável (Cedrs), da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), realizou, nesta quarta-feira (27/10), sua 5ª reunião bimestral ordinária, sob a presidência do titular da pasta, Petrucio Magalhães Junior, que fez a apresentação da 43ª Expoagro Amazonas, a ser anunciada pelo governador Wilson Lima, com previsão para acontecer em dezembro.

Petrucio Magalhães Junior destacou a preocupação do governo amazonense em realizar, mais uma vez, de forma híbrida (presencial e virtual) “a maior vitrine do setor agropecuário do Amazonas, que é a Expoagro, que este ano deverá ter também mais ações efetivas focadas na agricultura familiar, com a realização de cursos e mostra de máquinas artesanais de apoio ao setor”, falou o secretário.

Segundo o titular da Sepror, a agricultura familiar tem permanente atenção do Governo Estadual, principalmente pelas ações de compra de alimentos produzidas pela cadeia, para distribuição via merenda escolar ou por meio de entidades socioassistenciais para atendimento a pessoas em insegurança alimentar, em todos os municípios amazonenses.

“Em 2020 e 2021, recursos da ordem de R$ 14 milhões do Programa Alimenta Brasil (Pab), antigo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), R$ 30 milhões do Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme) e mais R$ 38 milhões do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) foram aplicados no apoio à agricultura familiar”, disse Petrucio.

Carregue mais artigos relacionados
Carregue mais por Larissa Golvin
Carregue mais em AGRONEGÓCIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Descontos de até 95% em juros e multas do ICMS e IPVA

Contribuintes que possuem pendências fiscais inscritas na dívida ativa do Estado terão, at…