Com a implantação de um consultório de atendimento rápido, o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Platão Araújo, na zona leste, passou a evitar que paciente sem gravidade permaneça por longos períodos dentro da unidade.

O novo espaço de acolhimento permite ao hospital direcionar sua força de trabalho, estrutura e insumos para os casos de urgência e emergência, que são o perfil de um HPS.

Apesar de ser um HPS, o Platão Araújo é uma das unidades da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) mais demandadas por pacientes de baixa ou nenhuma gravidade – casos que, na prática, deveriam ser atendidos em Unidades Básicas de Saúde (UBSs), estabelecimentos de responsabilidade da administração pública municipal.