O corpo de Edvan da Silva Ferreira,  49 anos, conhecido como “Niko”, desaparecido desde sábado, foi encontrado em um casebre de Iranduba nesta segunda-feira, na comunidade Vera Lúcia. A única pista da polícia é que ele estava brigado com um comerciante local.

A vítima estava amarrada, com sinais de tortura. A perícia afirma que o homem morreu vítima de espancamento e foi deixado com as vísceras expostas. As investigações começaram imediatamente.

Niko levou um golpe perfurante no estômago. O corpo foi removido pela equipe do Instituto Médico Legal (IML) e o caso está com a Polícia Civil.