A atividade do setor primário do Distrito Agropecuário da Suframa (DAS) é particularmente conhecida pelas principais culturas desenvolvidas na região de mais de 600 mil hectares localizada entre os municípios de Manaus, Rio Preto da Eva e Presidente Figueiredo, no Amazonas. Fruticultura, piscicultura e avicultura normalmente se destacam quando se fala em DAS, mas as potencialidades da região são tantas que há atividades pouco abordadas, como o caso do curtume de couro bovino.

A SMX Agroindustrial é um exemplo neste quesito. Em visita à planta agroindustrial da empresa no DAS a equipe da alta gestão da Suframa buscou conhecer um pouco mais sobre a atividade exercida, desde 2017, pela SMX na Zona Franca de Manaus (ZFM).

Na oportunidade, o gerente industrial Cristiano Lopes apresentou a estrutura fabril na qual se realiza o curtimento de couro bovino e bubalino com utilização de matéria prima (couro verde/salgado) dos estados do Amazonas, Roraima, Rondônia e, por vezes, até de outras regiões do País. O processo de curtimento ocorre até o estágio wet blue, que tem esse nome devido ao aspecto úmido e azulado que o couro assume após todo o processo. Atualmente, a empresa tem capacidade produtiva de produção de mais de 20 mil couros por mês, com expectativa de ampliar este número, no curto prazo, para 30 mil.

“Os couros já curtidos no estágio wet blue são comercializados para abastecer indústrias calçadistas, moveleiras, de vestuário, automotivas e de artefatos em geral”, comentou Lopes, acrescentando que alguns dos principais mercados consumidores englobam os mercados chinês e italiano.

O superintendente da Suframa, Algacir Polsin, destacou a diversidade de atividades realizadas no Distrito Agropecuário da Suframa e pontuou que exemplos como estes demonstram como o DAS pode contribuir com a economia regional e a geração de oportunidades locais. “A potencialidade desta região é imensa e essa diversificação produtiva que encontramos aqui comprova que o DAS tem tudo para ampliar sua relevância socioeconômica na Zona Franca de Manaus. Aqui há espaço para diversos ramos de atuação e o foco da Suframa é fomentar esse desenvolvimento que muito deve favorecer a sociedade, com postos de trabalho sendo gerados e com a complementação da atividade já desenvolvida no Polo Industrial de Manaus”, disse.