Ao longo dos últimos meses em que Manaus esteve lutando contra o novo coronavírus, diversas medidas restringiram a realização de atividades físicas em academias e espaços públicos, mas a medida que essas restrições estão sendo flexibilizadas, grupos de esportistas retomam suas atividades para cuidar da saúde.

Divas que Correm

Cláudia Leite é a representante oficial do grupo Divas que Correm, fundado em 2013 pela Jornalista Giselli Souza e hoje administrado como líder Nacional por Bruna Coelho.

“Eu fui em uma corrida exclusivamente feminina em São Paulo, a Corrida Vênus, que em 2017 reuniu cerca de 15 mil mulheres, e lá fui convidada pela fundadora do Divas Que Correm para trazer o grupo para o Amazonas”, explicou Cláudia.

Em Manaus o grupo já existe há quatro anos, mas suas atividades acabaram ficando reduzidas por conta da pandemia, então cada integrante passou a treinar sozinho ou próximo ao local onde mora.

O mesmo, no entanto, não aconteceu com as atividades voltadas para o ciclismo, que continuam a todo vapor.

Divas que Pedalam

Cláudia fundou o Divas que Pedalam há quatro anos, com o objetivo de empoderar mulheres por meio do ciclismo, promovendo uma atividade saudável.

Ela explica que o grupo de ciclismo teve um grande crescimento durante a pandemia, e que cada vez mais novas ciclistas estão participando do Divas que Pedalam.

E graças à grande procura dos ciclistas, Claudia abriu o grupo para os atletas masculino também, criando o Divos que Pedalam.

Atualmente já são mais de 200 divas e divos pedalando juntos, mas Cláudia explica que os membros são flutuantes e nem todas pedalam no mesmo dia. “Em cada pedalada aparecem cerca de 30 ou 50 pessoas”.

Cláudia Leite é uma das convidadas do programa Fan Esportes nesta quinta-feira (5) e irá falar sobre as atividades dos grupos.