Pensando naquilo Arthur Neto, o prefeito mais apaixonado do Brasil, resolveu dar uma de maluco, doido mesmo, no final de seu mandato e contrariando o que lhe exige o cargo para o qual é regiamente pago pelo contribuinte municipal, ou seja, trabalhar para melhorar a vida da cidade, com apenas três obras desafogou os “sacos de gatos” da Constantino Nery, Vieiralves, Djalma Batista, Ponta Negra, Kíssia e Compensa.  

  Gambiarra 

O Prefeito faz uma gambiarra no São Jorge e acerta em cheio no fluxo de trânsito no cruzamento da Compensa, Kyssia e estrada da Ponta Negra. Na manhã dessa terça feira o trânsito fluiu muito bem para o conforto de quem penou durante anos com o engarrafamento nos horários de picos.  

 Gente boa 

Futuramente o elevado da Noel Nutes com o Manôa, terra de gente boa, vai proporcionar a mesma fluidez no trânsito na zona Norte. O complexo vai beneficiar a estrada da Cidade Nova que liga as zonas Leste e Norte, e que levavam motoristas e passageiros à loucura com os engarrafamentos e o calor infernal.  

Subindo 

Com sua popularidade estava ladeira abaixo, o prefeito atacou seu calcanhar de Aquiles, e no fim de seu mandato, mesmo tendo asfaltado meia Manaus, mandou implantar mais obras que mudaram o cenário. O trânsito caótico na Centro-Oeste virou um deleite de quem dirige, a avaliação nas pesquisas de opinião pública cresceram e revelaram uma coisa em comum: a população está satisfeita com o desempenho do prefeito em prol do trânsito na nossa capital.

Até 31 de Dezembro 

As Faixas Azuis nos principais corredores de Manaus estão sendo implementadas com novas paradas e extinção de um terminal. Ora, são exatamente elas que já causam tanto transtorno ao trânsito e não funcionavam  por conta dos ônibus velhos que não estão adequados para trafegar na faixa. Com a chegada de novos veículos, a coisa vai mudar.

Ninguém Merece!!!!
 

 

  • Eleito por boas margens de voto e inteligente no mister, no início de seu mandato Arthur conseguiu tornar-se uma unanimidade com a recuperação do Mercado Municipal e outras obras que tocaram no sentimental da cidade. 
  • Teve a sacada genial de arrancar da população o simpático estigma de Prefeito-gari ao usar a farda dos que realmente trabalham e o marketing que funcionou. 
  • Mas o sistema de transportes coletivos em Manaus e o trânsito em si quase liquidaram com a administração do prefeito. Gastou os tubos com propaganda da tal “Cidade Inteligente” do ex-secretário Ulisses Tapajós e a coisa ficou só no virtual. 
  • Mesmos com a rejeição em alta, sem um vice-prefeito ao lado e contraindo o Covid-19, o  prefeito reuniu fôlegos e forças para acertar o remédio seu Calcanhar de Aquiles.  
  • Com isso, já mandou dizer que vai enfrentar as imposições arbitrárias de si mesmo resolvendo contrariar sua ética política no processo sucessório apoiando Alfredo Buchada de Bode. 
  • O maior adversário de Arthur Neto para 2022 é ele mesmo. Ou não?