A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) ingressou com recurso, nesta quinta-feira (10/09), contra decisão que ordenou a retirada de famílias que moram em área do bairro Flores, conhecida como Beco do Greenvile, em reintegração de posse favorável à Construtora Rayol Ltda.

De acordo com o defensor Rafael Barbosa, da Defensoria Pública Especializada em Interesses Coletivos, o momento é inadequado para a reintegração, em função da pandemia de Covid-19 e da vigência do estado de emergência em saúde pública no Amazonas.

As famílias moram na área localizada na rua F, conjunto Jardim Amazonas, bairro Flores, desde 2007, e já sofreram tentativas de retirada da área. Na manhã de quinta-feira (10), foram surpreendidos com a decisão que determina a reintegração imediata.