Na tarde desta quinta-feira (09/07) os funcionários do Hospital e Pronto Socorro Delphina Aziz, hospital referência no estado do Amazonas para tratamento da covid-19, organizaram um grande Corredor da Vitória para comemorar a milésima alta médica de paciente curado da doença. Com o grande corredor, também foi possível agradecer aos profissionais que atuam no hospital em diversas funções.
A primeira alta médica no hospital foi registrada no dia 27 de março, e hoje, o hospital contabilizou mil pacientes que retornam as suas famílias.

Código Rosa, Ouro e Corredor da Vitória
Com a implantação dos novos fluxos internos, três deles passaram a ter uma atenção maior. O Código Rosa, que já existia no hospital, era utilizado para informar a equipe assistencial quando um paciente (adulto ou criança) em atendimento, apresentasse sintomas de doenças transmissíveis. Com o início da pandemia o Código Rosa começou a ser utilizado exclusivamente para informar a entrada de paciente com sintomas ou suspeito de estar com covid-19. O Corredor da Vitória, foi criado para exaltar as altas médicas de pacientes, o fluxo consiste na formação de um corredor com profissionais do hospital que aplaudem o paciente no momento da sua alta, e o Código Ouro, foi um fluxo criado para anunciar as altas médicas dos pacientes.
Desde a primeira internação no dia 21 de março de 2020, já foram internados no hospital mais de 1.800 pacientes com covid-19, mais de 300 pacientes vieram transferidos de municípios como Tabatinga, Parintins, Codajás entre outros. Atualmente o hospital está com 225 leitos ocupados. O fluxo de internação e permanência desses pacientes varia entre 8 e 30 dias.


Hospital referência
Por meio do Plano de Contingência do Governo do Estado do Amazonas elaborado para o enfrentamento da covid-19, o Hospital e Pronto Socorro Delphina Aziz, passou a ser referência para atendimento e tratamento de casos de covid-19. Desde abril, o hospital passou a ser exclusivo para internação de pacientes transferidos de outras unidades hospitalares da capital e do interior do Estado. A transferência desses pacientes é regulada pelo Complexo Regulador do Estado. Hoje, o hospital Delphina Aziz conta com 350 leitos, sendo 100 leitos de UTI e 250 de leitos clínicos.