Treze detentos que tiveram participação no último massacre em cadeias de Manaus retornaram do sistema prisional federal para o sistema do Estado. Eles desembarcaram, por volta das 12h30, no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, escoltados pela equipe do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), vinculado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).

“A Seap solicitou a permanência desses detentos em regime federal. Entretanto, foi negado pela Justiça”, afirmou o secretário da Seap, coronel Vinícius Almeida.

Os 13 detentos serão encaminhados para a Central de Recebimento e Triagem (CRT) para os procedimentos de identificação. Em seguida, levados para o Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), onde irão ficar isolados durante 15 dias como medida preventiva contra o coronavírus.

 

São eles:

 

FERNANDO FELIX DA SILVA

RÔMULO BRASIL DA COSTA

JOSÉ BRUNO DE SOUZA PEREIRA

LUCIANO DA SILVA BARBOSA

JOSÉ DE ARIMATÉIA FAÇANHA DO NASCIMENTO

JANDERSON ROLIM DE MATOS

EDUARDO QUEIROZ DE ARAÚJO

CLEMILSON SANTOS FARIAS

FLORÊNCIO NASCIMENTO BARROS

MÁRCIO RAMALHO DIOGO

FABRÍCIO DUARTE ARAÚJO

ROMÁRIO CORVELO FONSECA

THIAGO FERNANDES SORIANO