As artistas Ana Carolina Souza e Marcela Ruanne apresentam entre os dias 14 e 18 de outubro a performance “Imaculada”. Com a proposta de retratar a vivência de mulheres em diversas relações, situações e julgamentos. “Imaculada”  contextualiza (paradoxos existentes dentro da perspectiva da performance feminina na sociedade) perdas, buscas e rompimentos, sob a narrativa de mulheres mães que por meio de seus corpos manifestam a dualidade de viver em sociedade.

Com estreia marcada para o dia 14 de outubro, no canal do YouTube da Produtora Jaci, a apresentação de 50 minutos foi contemplada pelo prêmio Conexões Culturais 2019, da Manauscult.

Em cena, as protagonistas aparecem em um processo artístico autobiográfico, que vive uma história real enfrentada diariamente.

“Vale ressaltar que o que apresentamos são histórias muito pessoais que foram vividas por nós duas. São questões sobre: o que pode esse corpo? Qual a pessoa que eu posso ser? Qual é a pessoa que eu devo ser perante a sociedade? Dessa forma, nos deparamos com uma série de reflexões profundas, principalmente no que diz respeito a toda questão racial, de gênero, a toda essa questão misógina que existe dentro dessa estrutura em que fomos inseridas”, explica Ana Carolina.

Ainda de acordo com a artista, devido à pandemia da Covid-19, o espetáculo teve de ser reconfigurado e por isso tornou-se uma apresentação audiovisual: “A performance foi pensada para ser uma coisa mais próxima do público, então transformar a experiência em vídeo fez com que o processo fosse repensado e redirecionado para apresentação em vídeo, o que mudou parte do nosso planejamento”, conclui Ana Carolina.

“Imaculada” conta com a parceria de Kuma Yoga Criação e da Produtora Jaci. Teve a provocação cênica assinada por Viviani Palandi. Em sua ficha técnica estão ainda Camila Soares, com a produção, técnica e operação de luz, Taiara Guedes, responsável pela trilha sonora, Andreas Dominiqui na direção de fotografia e projeção, Larissa Martins como operadora de câmera e Leo Leão com a edição e finalização do audiovisual.

Foto: Andreas Dominique