Jhonata Linhares Fernandes, foi assassinado (4), em uma residência abandonada, no Beco União, avenida Rio Negro, bairro Santo Agostinho, Zona Oeste da cidade.

Para a polícia, um primo da vítima contou que ele e Jhonata caíram em uma emboscada, e foram cercados por vários criminosos. Em seguida, o primo teria sido ordenado a ir embora, enquanto a vítima começou a ser espancada, esfaqueada e golpeada com pedras de concreto.

Na porta da casa, apontada pelos moradores da região como tribunal do crime do Comando Vermelho, os criminosos que executaram o Jhonata, deixaram uma camisa encharcada de sangue pendurada na porta como uma espécie de aviso.

A Delegacia de Homicídios e Sequestros já está a caça dos suspeitos.