Após dois dias de buscas no rio Juruá, no município de Itamarati (a 985 quilômetros de Manaus), os mergulhadores do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) encontraram partes dos restos mortais que se acredita serem do comandante da embarcação, Manoel Pereira da Silva, de 52 anos.

De acordo com o subtenente BM Isaias Reis, comandante da equipe de mergulhadores, os ossos foram encontrados a pelo menos 200 metros do local da ocorrência.

“Com o impacto da explosão, o corpo da vítima não resistiu. Efetuamos buscas submersas e de superfície para encontrar. A profundidade do local onde foi achada parte do corpo (coluna vertebral e fêmur) media entre 10 a 12 metros. Além disso, a correnteza o rio possui velocidade de 3 nós, o que dificultou as buscas”, relatou o suboficial.

A explosão

A embarcação ficou em chamas após uma explosão que aconteceu no último sábado (12). As chamas só foram controladas pelos bombeiros no domingo (13).

Tanto os mergulhadores quanto os especialistas em operações de incêndio devem retornar para a capital nesta quarta-feira (16).