Na última quinta-feira (31), o último dia de 2020, o programa Fan Esportes reuniu convidados especiais para debater o futuro de diversas modalidades esportivas no ano de 2021.

Os convidados das mais variadas áreas frisaram que é difícil de prever com precisão o futuro em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), mas mantêm as esperanças em relação à recuperação do esporte em meio a tempos tão atribulados.

Você pode reassistir ao programa já transmitido por meio da página do Facebook da TV Maskate e também acompanhar todo o restante de nossa programação.

Uma luz no fim do túnel

Lissandro Windson já é um velho conhecido do programa, o estatístico é especialista em futebol e tem um vasto conhecimento sobre o campeonato brasileiro e as disputas envolvendo os times amazonenses.

Em entrevista ao Maskate, Lissandro conta que a retomada do ritmo nos esportes depende da melhora em relação à pandemia. “Vamos ver se enfim teremos uma vacina, algo que possa fazer com que tudo volte a ficar como era antes e, claro, as perspectivas sempre as melhores, mas sem uma vacina, sem essa pandemia acabar sempre vamos ficar naquela situação meio a meio”, disse o especialista.

Diversas modalidades esportivas tiveram suas competições canceladas durante a pandemia, e até mesmo as partidas de futebol tiveram que ser canceladas. “Nós tivemos o campeonato amazonense 2020 que nem terminou, foi até cancelado, nós tivemos o inicio do campeonato amazonense sub 19 que também teve que ser paralisado devido à pandemia”, citou o estatístico, lamentando o sofrimento também dos atletas amadores.

Projeto Villa Ludos

Os projetos voltados ao esporte e bem-estar na capital amazonense também dependem da melhoria em relação à pandemia para retomarem as atividades como eram antes, e esse é o caso do Projeto Villa Ludos, que atende cerca de 15 mil pessoas.

De acordo com Ítalo Reis, coordenador do projeto, a expectativa é o retorno das atividades em 2021. “Esperamos e acreditamos que em 2021, as coisas voltem ao normal, seja por conta de vacina, medicação ou protocolos de segurança que possam viabilizar a volta dos eventos”, disse em entrevista.

O principal desejo de Ítalo para o ano de 2021 é bastante saúde e o fim da pandemia para que todos possam voltar a desfrutar das atividades físicas e lúdicas promovidas pelo Villa Ludos. “Queremos continuar com nossa missão, que é de garantir a diversão, inclusão e interação entre as pessoas de todas as idades”, finalizou.

Tribunal de Justiça Desportiva

O Dr. Nilton Ferst, presidente da 3ª Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas (TJD-AM) espera que em 2021 o tribunal possa dar continuidade às atividades que foram iniciadas em 2019 e tiveram que ser interrompidas no último ano.

“O tribunal tem a parceria com as instituições de ensino superior na área de direito e nós levamos as chamadas ‘sessões itinerantes’, até as faculdades, ao invés dos acadêmicos virem até o tribunal, o tribunal vai até a instituição de ensino”, explicou Nilton, explicando que espera poder retomar essas atividades em 2021.

Outro trabalho que o tribunal espera retomar é o que é feito junto aos árbitros: “É um trabalho de conscientização sobre o que é o Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) e a relação do árbitro com ele, ou seja, em que momento um árbitro pode ser julgado, pode ser punido, pode ser denunciado, e da mesma maneira em que momento ele pode denunciar um treinador, um atleta, um dirigente se for o caso”, explicou.