A Polícia Civil de Campinas (SP) indiciou oficialmente nesta sexta por desrespeito ao cadáver (velipêndio), Josefa de Souza Mathias, de 58 anos, que levou o marido morto ao Banco do Brasil, na tentativa de fazer uma enganosa prova de vida para ter acesso à conta e aposentadoria dele.

Laércio Della Colleta, de 92 anos, havia morrido há pelo menos 12 horas, de acordo com os médicos. Duro na cadeira, ele chamou a atenção da gerente do banco, que chamou Samu, bombeiros e médicos, acabando com a farsa.