Uma adolescente de 13 anos vítima de abuso sexual desde os 11 anos de idade, engravidou após ser estuprada diversas vezes, o crime teria sido praticado, supostamente, por um vizinho da vítima. O caso ocorreu na comunidade Mundurucus, naquele município (distante 68 quilômetros em linha reta da capital).

A delegada Roberta Merly, titular da Delegacia Especializada de Polícia (DEP) do município, o caso foi descoberto após a mãe constatar que a adolescente está grávida do indivíduo. A mãe procurou o conselho tutelar do município que apresentou a denúncia na DEP, na última quinta-feira (02/07).

Merly enfatizou que todos os procedimentos cabíveis em relação ao caso foram realizados, e a vítima foi ouvida e relatou que a relação foi consensual. Porém, pelo fato da vítima ser menor de idade, o caso se enquadra no crime de estupro de vulnerável.

A autoridade policial destacou que a adolescente foi encaminhada para uma unidade hospitalar, onde passou por exame de conjunção carnal e, posteriormente, foi levada para atendimento psicológico. Além disso, um Inquérito Policial (IP) foi instaurado e as investigações seguem em andamento para solucionar o crime.