O autônomo Luan de Souza Oliveira, que tinha 30 anos, foi morto a tiros na madrugada deste domingo (8), enquanto estava em um bar do bairro Redenção, zona Centro-Oeste de Manaus. Para a polícia, a família afirmou que o alvo seria um colega com que ele estava. As informações são da Polícia Civil.

De acordo com a assessoria de imprensa da polícia civil, na ocasião do crime Luan estava em uma motocicleta conversando com um rapaz quando o atirador se aproximou e efetuou os disparos. Ele foi socorrido e levado para um SPA, mas não resistiu e faleceu na unidade.

Em depoimento para a polícia, a família relatou que os tiros seriam para esse colega com ele conversava. Eles disseram ainda que antes moravam no bairro, mas a família mudou de residência para manter o filho longe das drogas, porém ele ia ao local com frequência para rever os amigos.

Luan não tem passagens pela polícia e o caso dele deve ser investigado pela DEHS.