A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) ampliou a equipe de realização de testes rápidos para diagnóstico de Covid-19, que passará a contar com mais 20 técnicos do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam). Por meio dessa medida, espera-se chegar aos 600 atendimentos diários no Centro de Convenções de Manaus (Sambódromo), local onde está concentrada a realização dos testes voltados aos profissionais da educação da rede estadual.

A diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa Pinto, reforça que a realização dos testes foi planejada cumprindo os protocolos de segurança e prevenção à Covid-19, evitando também aglomeração de pessoas. “Advertimos para que a pessoa não falte à testagem e fique atenta ao horário de agendamento, não sendo necessário chegar antes do horário agendado para evitar aglomeração”, afirmou.

Dados Atualizados – A FVS-AM também apresenta o balanço parcial de testagem em profissionais de educação da rede estadual, em Manaus, correspondente ao período de 18 a 28 de agosto. Foram realizados 2.114 testes rápidos para diagnóstico de Covid-19 nesse grupo profissional. Dos testados, 2.037 estavam negativos ou fora do período de transmissão, o que corresponde a 96,4%. Apenas 162, ou seja 7,6%, estavam com infecção recente.

Vigilância ativa – Entre as medidas adotadas na retomada das aulas presenciais, no dia 10 de agosto, a Secretaria de Estado de Educação e Desporto e a FVS-AM adotaram o aplicativo SASi como ferramenta de notificação imediata de cada caso suspeito detectado no ambiente escolar.

De acordo com o balanço da FVS-AM, desde o início da utilização do aplicativo nesse monitoramento, no dia 13 de agosto, foram notificados 170 casos suspeitos de Covid-19. Desse total de notificação, 164 são professores, um é aluno e outros cinco são de outros profissionais da comunidade escolar.