Para comemorar 15 anos de atividades em Manaus, a Galeria do Largo lança a exposição “05ReferênciasAmazônidas”, com obras de Moacir Andrade, Óscar Ramos, Hahnemann Bacelar, Bernadete Andrade e Roberto Evangelista, com concepção expositiva de Cristovão Coutinho e texto curatorial de Luciane Páscoa. A inauguração da mostra acontece nesta quinta-feira (05/11), Dia Nacional da Cultura, às 18h, com acesso gratuito e visitas com grupos de até dez pessoas para atender aos protocolos de segurança em prevenção a Covid-19.

Segundo o secretário Marcos Apolo Muniz, entre novembro de 2005 e setembro de 2020, o equipamento cultural localizado no Largo de São Sebastião contou com 71 exposições em cartaz e 245.799 visitantes. Ele destaca ainda que, nos três meses após reabertura da casa, o número de visitas soma 3.184.

“Por conta do novo coronavírus, adotamos protocolos estabelecidos por órgãos de saúde na retomada das atividades, como, por exemplo, o número reduzido de pessoas durante as visitas, e conseguimos atender um público significativo nos últimos meses”, comenta o titular da Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

“A Galeria do Largo agrega as mais diversas manifestações das artes visuais do estado, e não há como contar a história da arte no Amazonas sem falar sobre os artistas que compõem a exposição comemorativa aos 15 anos, porque eles apresentam a cultura amazônida ao mundo através de seus olhares, imortalizados em suas obras”, complementa.

Foto: Michael Dantas