O goleiro Bruno Fernandes, condenado pela morte de Eliza Samúdio, foi anunciado nesta segunda-feira pelo Rio Branco do Acre, adversário do Fast na Série D do Brasileiro. O ex-jogador do Flamengo foi descrito pelo presidente do time acreano como “uma das maiores contratações da história”. No dia 27 de setembro o time de Bruno tem jogo marcado em Manaus contra o Fast, pela quarta divisão do Brasileiro.

Bruno já temntou várias vezes voltar a jogar, mas sempre que é contratado uma enxurrada de críticas e até protestos faz os clubs desistirem dele. Neto Alencar, presidente do Rio Branco, parece disposto a bancar. “Quero comunicar a vocês a mais nova contratação do Rio Branco. Eu digo, a maior contratação do Rio Branco esse ano e uma das maiores de sua história. Quero desejar ao Bruno Fernandes boas-vindas, que a gente consiga levar o título do Acreano e o acesso à Série C”, disse Alencar.

Bruno já recebeu autorização da Justiça para viajar ao Acre. Hoje ele mora no Rio de Janeiro, na Região dos Lagos, em Arraial do Cabo. Condenado em em 2013 a 20 anos e nove meses de prisão pela morte e sequestro de Eliza, ele está desde o ano passado no regime aberto.