A Câmara de Comércio Exterior (Camex) zerou o imposto na importação de revólveres e pistolas, de acordo com resolução publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial da União, em medida que passa a valer a partir de 1º de janeiro de 2021, segunda a agência Reuters.

Presidente eleito com 55% dos votos, a principal campanha eleitoral de Jair Bolsonaro era a flexibilização a posse de armas de fogo no país, caso vencesse. Duas semanas após assumir o comando do Palácio do Planalto–, Bolsonaro assinou um decreto que facilita a posse de armas.

As promessas de campanha do presidente da República sobre as armas estão descritas tanto em declarações públicas quanto no plano de governo enviado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

 

A mudança na alíquota, que era de 20%, foi comemorada pelo presidente Jair Bolsonaro em suas redes sociais.