Home Brasil GREVE: “Bolsonaro tem 15 dias para escolher acionistas ou nós”, diz líder dos caminhoneiros

GREVE: “Bolsonaro tem 15 dias para escolher acionistas ou nós”, diz líder dos caminhoneiros

2 min ler
0
0
1

Mais uma vez, os caminhoneiros estão ameaçando paralisar o País. A categoria se diz em “estado de greve” desde o último sábado (16) e durante o fim de semana, líderes de entidades do setor fizeram críticas ao presidente Jair Bolsonaro. O Líder da greve dos caminhoneiros em 2018, Wallace Landim, conhecido como “Chorão”, é um dos principais entusiastas da paralisação prevista para o dia 1º de novembro.

Segundo Chorão, o objetivo da greve é “lutar pela nossa sobrevivência, porque temos a informação de que a gasolina ia subir mais 8% até dezembro. Eles não estão preocupados com o trabalhador, são negacionistas”.

“Agora [a greve] sai porque o caminhoneiro não tem mais condição de se manter. Toda a semana está pior que 2018. Vem subindo o combustível, que é o insumo mais alto que a gente tem, que é o nosso sócio majoritário. O caminhoneiro não tem condição de manter a sua família, o seu caminhão, o seu ganha-pão”, disse chorão.

Foto: Reprodução 

Carregue mais artigos relacionados
Carregue mais por Luiz Cordeiro
Carregue mais em Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Nascidos em dezembro têm até o dia 31 para aderir ao saque-aniversário

Trabalhadores nascidos em dezembro têm até o dia 31 de dezembro, para aderir ao saque-aniv…