Desde o último final de semana a 73ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), de Novo Aripuanã sofreu uma tentativa de invasão e uma invasão consumada com fuga de presos. O caso aconteceu após o assassinato do comerciante Biraci Bastro Alfaia, 65, foi morto com 40 facadas no flutuante onde tinha um comércio. Dois suspeitos foram identificados como autores do crime.

No entanto, um deles, Ornam dos Santos da Costa, 26, foi encontrado já baleado, na tarde de segunda-feira (14/12), com um tiro na virilha, próximo ao lixão do município, onde foi conduzido, pela Polícia Militar do Amazonas (PM-AM), para a sede da delegacia, vindo a óbito no local.

A população revoltada queria linchar Ornam. De acordo com o delegado Alon Michaleski, titular da DIP, houve um tumulto, na sede da unidade policial, por volta das 15h30, de segunda-feira (14/12), devido à informação de que a Polícia Militar (PM) tinha encontrado Ornam que foi conduzido, pela PM, para a sede da delegacia, vindo a óbito no local.

Ainda, conforme o delegado, as pessoas se reuniram na sede da DIP para impedir que o suspeito passasse por atendimento médico, mas a situação foi controlada pela equipe policial.

Outro suspeito do crime havia sido detido. Entretanto, na madrugada desta quarta-feira (16/12), cinco pessoas encapuzadas entraram na unidade policial, renderam um guarda, quebraram o cadeado da cela e levaram com eles um interno de nome Euler, que foi encontrado morto horas depois. Durante o sequestro, quatro presos fugiram, mas três já se apresentaram.

Ainda, segundo a autoridade policial, será enviada uma força-tarefa com um delegado e quatro investigadores, além do reforço de policiais militares.