O Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (IDAM), capacitou produtores rurais para realizarem o controle e correção da qualidade da água para atividade de piscicultura. O curso faz parte das ações do Projeto Prioritário do IDAM para piscicultura, e foi realizado na última semana, no ramal da Cooperativa, no projeto de Assentamento Tarumã-Mirim, zona rural de Manaus.

O objetivo foi mostrar como o monitoramento adequado da água está relacionado à qualidade do pescado, considerando que a água possui todas as características físico-químicas que interagem de forma individual ou coletiva no desempenho da produção.

O curso foi ministrado pelo engenheiro de pesca e gerente de apoio à aquicultura e pesca do IDAM, Daniel Borges. Entre os assuntos abordados estiveram a importância da qualidade da água, principais parâmetros, origens dos problemas, monitoramento e correção da água utilizada na piscicultura.

Dentre as tecnologias, destacou-se o uso de aeradores, uma prática de manejo que tem demonstrado ótimos resultados, porque melhora a qualidade da água e possibilita maior disponibilidade de oxigênio para os peixes. Para os produtores que desejam adquirir aeradores a preços subsidiados em até 80%, é possível se credenciar por meio do edital de doação onerosa disponível no site da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas.