Com passagem por Vasco, Internazionale e Porto, o volante Fredy Guarín foi preso hoje, 1º, por violência doméstica em Medelín (COL). De acordo com o portal “El País”, o jogador colombiano foi detido em flagrante por policiais após ser acusado de agredir o seu pai e outros familiares.

 

Durante a prisão, o atleta demonstrou sinais de embriaguez e imagens registradas por pessoas que presenciaram o fato, de acordo com o tabloide, mostram as roupas de Guarín com marcas de sangue. O noticiário informou, ainda, que os próprios familiares do jogador teriam denunciado a violência do jogador contra o próprio pai.

 

Com 34 anos, Guarín atualmente defende as cores do Millonarios e disputou apenas sete partidas pelo clube. Porém, alegando problemas pessoas, o volante faltou ao treino da última terça-feira. Freddy disputou o Campeonato Brasileiro de 2019 com a camisa do Vasco, onde jogou 15 partidas e marcou três gols.