Desesperada e temendo pela própria vida uma mãe ligou para a polícia pedindo socorro após ter uma arma colocada no rosto e ser ameaçada de morte pelo próprio filho.

Júlio Cesar Garcia dos Santos, 28, foi preso em flagrante por violência doméstica e posse ilegal de arma de fogo na manhã desta quarta-feira (8), na casa da família dele, localizada na rua Judith Silveira – Bairro Colônia Terra Nova.

De acordo com o delegado Ricardo Cunha, titular do 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP), a mulher entrou em contato com os agentes para relatar que vinha sofrendo constantes violências domésticas por parte do filho. “A vítima relatou ainda, que em uma determinada ocasião, seu filho se utilizou de uma arma de fogo de fabricação caseira para lhe fazer ameaças de morte”.

Com autorização da vítima para entrar na residência e fazer buscas, a equipe confirmou a veracidade das informações anteriormente prestadas e encontraram no quarto do suspeito uma arma caseira e duas munições calibre ponto 20 não deflagradas.

Ao ser questionado, Júlio Cesar confessou que a arma era de sua propriedade, razão pela qual recebeu voz de prisão em flagrante delito.  Após os procedimentos cabíveis na unidade policial, o flagranteado será encaminhado para o CRT, onde ficará à disposição da Justiça.

Importante registrar que o suspeito também foi indiciado em inquérito policial paralelo, no qual apura-se a violência doméstica praticada contra sua genitora.

A equipe pede que qualquer pessoa que se sinta ameaçada entre em contato pelo disque-Denúncia do 18º DIP: (92) 99292-1015.