Home Cidade Mais de 20% dos exames realizados no Centro de Testagem foram positivos para Covid-19

Mais de 20% dos exames realizados no Centro de Testagem foram positivos para Covid-19

4 min ler
0
0
123

Balanço preliminar da Prefeitura de Manaus mostra que do total de exames realizados no Centro Municipal de Testagem para Covid, nesta quarta-feira, 12/1, até as 13h, desta quinta-feira, 13, 22,5% tiveram resultado positivo e 77,5%, resultado negativo. Os percentuais demonstram que 683 casos foram confirmados para a doença, enquanto 2.349 foram descartados.

Para a titular da Semsa, Shádia Fraxe, o resultado da testagem é um indicador a mais a ser considerado na análise diária do cenário epidemiológico da cidade e confirma que a ampliação do acesso ao teste é indispensável para garantir diagnóstico mais rápido à população a ajudar no controle da transmissão viral.

“As pessoas que tiveram confirmação para Covid-19 foram orientadas a seguir em isolamento, o que contribui para reduzir a circulação do vírus e evitar a propagação da doença”, observa.

A secretária acrescenta que a realização do teste aos primeiros sintomas também é positiva para o paciente, que, submetido aos cuidados adequados, reduz as chances de agravamento do seu quadro de saúde e da necessidade de internação hospitalar.

Atendimento

O Centro de Testagem vai atender, inicialmente, pelos próximos 15 dias, das 9h às 19h, de segunda-feira a sábado. O serviço é voltado exclusivamente para pessoas com sintomas gripais, como febre, dor de cabeça, dor de garganta e dor no corpo, coriza e mal-estar.

Além do Centro, 51 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) oferecem o teste, de forma gratuita, na rede municipal. A lista com os endereços das UBSs e horários de funcionamento está disponível do site da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br) e pode ser acessada diretamente pelo link https://bit.ly/ubscovidmanaus.

A recomendação da Semsa é a de que só procurem o teste as pessoas que estejam no período de 1 a 7 dias do aparecimento dos sintomas. A partir do 8º dia, o teste rápido de antígeno deixa de ser indicado e o paciente deve procurar uma unidade básica de saúde para avaliação médica. Crianças podem ser atendidas no local, desde que tenham, no mínimo, 10 anos, as de idade entre 5 e 9 anos devem realizar o teste nas UBSs e as menores de 5 anos, em unidades especializadas em pediatria.

Fotos – Camila Batista / Semsa

Carregue mais por Jamille Santos
Carregue mais em Cidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Bêbada, jovem se afoga mas consegue escapar da morte na praia da Ponta Negra

Uma jovem identificada como Maria Gabrielly da Silva, de 19 anos, quase morreu após se afo…