Chamou bastante a atenção a troca de farpas entre David Almeida e Amazonino Mendes após o debate desta quarta-feira. Além dos ataques dos dois lados, os disparos se espalharam pela  militância, que usou as balas disparadas pelos seus apoiados como uma  mensagem de liberação para disparar fogo. Sobraram tiros, faltaram propostas. Aos que não estão diretamente ligados às campanhas e os que não tem “time” favorito, ficou aquela sensação de vazio de propostas.

PRATICIDADE 

É o que o eleitor mais quer: saber o que candidatos farão para melhorar a cidade, a vida da comunidade, e como pretendem trabalhar por quatro anos. Enquanto trocam sopapos, os políticos perdem tempo de seduzir o cidadão com novidades para mudar Manaus. No primeiro turno, o índice de abstenção bateu 18% em Manaus. Se continuar assim, certamente o índice será ainda maior. Vamos às propostas. Esqueçamos a guerra.

QUANDO TUDO ACABAR…

Passado o próximo domingo, ao vencedor pesará a missão de cumprir as promessas. Ao perdedor, ficará a vida normal. Todos muito bem resolvidos, ao contrário da cidade de Manaus, que precisa constantemente de reparos e melhorias, como toda metrópole que todo santo dia apresenta demandas inimagináveis nas áreas de transporte, mobilidade, segurança, abastecimento, iluminação, educação e saúde.  Os discursos ficam sempre pelo caminho quando a realidade de uma cidade grande se apresenta.

BUSÃO EM PERIGO 

Já que o assunto é política e povo, já passou da hora de uma mega operação policial entrar em ação para combater esses assaltos a ônibus em Manaus. Na noite desta quarta-feira bandidos entraram no busão de escopeta; O motorista disse à TV Maskate que já virou rotina. Na noite anterior, passageiros foram esfaqueados. Não é possível que ninguém tenha um plano para solucionar tantos assaltos. Rodoviários e passageiros estão à beira de um ataque de nervos. Já deu!

SOLTOS

População de Barreirinha foi às ruas pedir justiça por Ana Beatriz. A criança raptada, estuprada e enterrada na madrugada de segunda, após ser levada por criminosos. A polícia investiga o caso e já tem a confissão de um adolescente. Os outros dois suspeitos foram soltos… Índios sateré-mawé relatam a entrada de drogas na tribo e o abandono na área de segurança. Povo abandonado à própria sorte.

 

 

NINGUÉM MERECE

Enquanto o eleitor pensa em quem votar, as chapas de 2022 já estão sendo formadas…

Lembrem-se que ao contrário deste ano, em 22 Bolsonaro estará nas ruas…

Confrontando os que este ano se livraram das garras da popularidade do presidente…

O buraco será mais embaixo…